segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Tá gostoso, querida?


É bom ter dois ao mesmo tempo dentro de você? Então rebola gostoso pra gente gozar e te encher de porra...

8 comentários:

Anônimo disse...

QUE BELISSIMA FORMA DE PASSAREM O FIM DO ANO.É NORMAL O PEDIDO PARA A ENTRADA DO NOVO ANO SER COM O PÉ DIREITO;MAS ESTE SISTEMA DE SUBSTITUIR O PÉ POR UM CARALHO NA CONA E OUTRO NO CUZINHO NÃO DEIXA DE SER DELICIOSO PARA OE TRES PRATICANTES

Ricardo Mauro disse...

>>> Adoro fazer DP em casadas.

>>> Eu sou de Brasília-DF sou comedor de esposinhas. Adoro comer as esposinhas de meus amigos na frente deles. Adoro gozar dentro da boca das casadas e mandar o corno limpar tudinho. Tenho 34 anos, qualquer casal que curta entre em contato comigo. ricardaodf@hotmail.com ou (61) 9100-8848.

>>> O melhor horário para falar comigo é de Seg. a Sex. das 08hs as 18hs, pois nesse horário estou no trabalho e minha esposa não sabe que meto em bucetas casadas.

Anônimo disse...

Dupla penetração... Muitos falam, veem e ficam fascinados com a transa principalmente as mulheres mas até que elas se decidam a 'enfrentar' dois caralhos dentro delas, cú e boceta, vai uma viagem à Marte caso sejam mulheres casadas e com as vidas estabilizadas. Rola vergonha e receio da relação com o maridão mudar. E muda. Muda mesmo. Paulo, com 47 anos e Raquel, de 39 anos, estavam naquela de muito sexo e safadeza. Casados há 15 anos, filhos pequenos, indo bem financeiramente, o casal se amava( se ama, acho ) muito mas, como todo casal que se preze, procuraram filmes e vídeos na internet para ajudar nas sacanagens. Daí vieram os 'amigos' consolos, cada vez maiores. O cuzinho de Raquel sempre foi do Paulo mas, uma vez, ela quis sentir o 'kid bengala' no rabo. Loira gaúcha maravilhosa, malhada em academia, a balzaquiana era um foguete na cama. O belo rabo engoliu menos da metade do trambolho negro que ainda era 'pulsante', tecnologia americana. O Paulo, com uma trolha de 19 cms, nada mal, foi na boceta. Após a transa, mesmo sentido a mulher tendo orgasmo, caiu no papo da esposa que ' foi bom mais doeu...', falou a Raquel com uma cara ' meio de anjo, meio puta safada', disse o Paulo para mim. E não tocaram mais no assunto. Na outra semana, os meninos na casa dos amigos, fizeram um anal forte. A ' dupla penetração ', com o pintão negro de borracha voltou a acontecer e quase metade entrou. Bicos dos seios duros, Raquel toda quente, quase sem folego !
Paulo, mesmo sentindo o pirocão roçando o dele, cheio de ciúmes, mas com a pica quase explodindo de tão dura não só com o roçar mas também com o tesão que a mulher sentia em ter dois membros, de carne e de borracha, dentro dela. ' Jair, você é meu amigo fiel, de anos, mais velho, e já foi casado com 3 mulheres e tem agora um monte de mulher, com 5 filhos, me ajuda, pô..., disse para mim, que seu mais velho que ele, com 49 anos, e, realmente, mulherengo, fiquei com mulheres mas sem uma verdadeira mulher.' Rapaz, Raquel é linda, leva na maciota. Brinca com ela e fica nisso. E, sinceramente, não vejo ela pedindo um macho para você trazer e comê-la numa dupla contigo. Vai ficar só, no máximo, no sonho...','... Jair. A Raquel é fogosa. Está linda quase quarentona e vem insinuando, nas nossas transas, se... ' e se o maridão Paulinho ficasse de baixo, me beijando e um baita comedor entrasse no quarto, de supetão e enfiasse na minha bunda socando forte dentro do meu cú, hein ? Topavas ?'

http://viciadosemputaria.com/wp-content/uploads/2016/05/mulheres-gostosas-da-bunda-grande-7.jpg

Anônimo disse...

Eu fiquei surpreso mas resolvi acalmar a situação e ao mesmo tempo descobrir o que acontecia com o casal. Bom, já pensou uma loira rabuda como a mulher do meu amigo - confesso, já sonhei com aquele rabo - tomando na bunda numa DP rigorosa ? E do jeito que ela queria: ' Paulo, ela quer um macho entrando, sem ela saber, no quarto de vocês, na sala, sei lá onde, e enrabando ela, supostamente, sem vocês saberem enquanto você come ela deitado e ela por cima ?',' É, isso...', ' De verdade ?',' Viu num vídeo, daqueles, amadores, e achou o máximo....',' Então, vá lá. Dupla penetração, após a mulher, a esposa, topar, 9 de 10 não voltam para uma transa comum, macho e fêmea, entendeu ? Elas ficam loucas com dois caralhos penetrando ! Gritam de tanta tesão ! Se sentem poderosas ! Algumas desmaiam... Há casos de pintar amor... Dividir, compartilhar, sempre, a esposa com outro cara... mesmo cara. Muito comum',' É mesmo ?',' É. Já passei por sufoco com isso', 'Mesmo ?',' Sim. Mulato, com 24 cms de pica muito grossa, você sabe, Paulo, a mulher se chamava Erenice e ficou louca comigo. Aquela costureira gostosa de Realengo, lembra. Tinha uma pequena confecção. Marido safado, doido por sacanagem, me chamou e eu topei. Tinha 31 anos na época.
http://4.bp.blogspot.com/-KisXfV53qhg/U81LdN4wdjI/AAAAAAAAHYo/XY8t5ngpotM/s1600/minhamulher_com_1.jpg
De tanto comer a Erenice, 43 anos na época, a pedido dele e ele participando, ela foi se apaixonando por mim e só queria fazer comigo. Foi assim, de primeira. E o corno nem notou, viu segurança ali. Logo, ele estava jogado de lado. Só servia para botar na boceta dela na dupla penetração. Não que eu não comia a boceta dela, ela só queria o meu pau na boceta dela mas, na hora da DP, eu tinha que ir ao rabo. Era o comedor do rabo dela... E o maridão ainda tentou colocar um segundo macho mas não adiantou, ela não topou. Pior foi vê-lo ser substituído, Paulo, pelo vibrador. Depois, ela achou um rapaz e íamos ao motel. Um rapaz franzino, de pica normal. Com o maridão punheteiro ! Viu, não conseguem largar a DP.
Dali eu nunca mais apareci. Telefonaram mas eu não quis. Ela ainda me procurou, fomos para o motel, com o rapaz, mas eu disse que era casado, e era, na época, e o corno tinha acabado de morrer. Ela sentiu remorso. Me mudei de bairro, troquei de celular, e nunca mais ela me viu e eu ela. Cara, toma cuidado...'

Anônimo disse...

Paulo ficou pensativo e disse que iria refletir sobre o assunto. Uma semana depois, após vários vídeos vistos - coisa que Raquel já havia presenciado várias vezes, e com ele e a pedido dele - reconheceu que entrara numa furada.
' Jair, me fodi. Minha esposa sabe que tem algo mais nas duplas penetrações e quer experimentar de qualquer jeito. Aquelas mulheres, sejam daqui ou estrangeiras, todas !, ficam loucas sendo rasgadas por duas varas. Meu amigo, vou do plano dela e estou até incentivando',' Qual mesmo ?',' Aquele, que o comedor chega sem eu e ela percebermos e mete no rabo dela comigo deitado, ela por cima, já metido na buça',' Vai fundo... depois não diga que te avisei...','... e ela quer ver tudo. Espelhos. Na frente dela e dos lados...',' Vai até um motel...',' Não, perigoso. Tem uma casa quase abandonada pros lados de Guaratiba. Boa casa e baratinho o alguel. Dá para bancar. Aliás, o sujeito tá vendendo também. Fui visita-la, tem alguns móveis e já tenho plano de arrumá-la, principalmente o quarto',' Então, é só arrumar o comedor. Como será o teatrinho ?',' Teatrinho ? Não entendi',' Teatrinho, fantasia, como será ? Brincadeira de adulto é assim, caralho ! Ou vai no seco mesmo ? Chega o cara, vê o rabão da Raquel, mete, goza e vai embora ?',' Bem pensado... Tenho que falar com ela sobre...Teria uma ideia, Jair ?',' A ideia do intruso, do ladrão taradão, é sempre a mais sensual. Erótica. Tem o caseiro, o cableman... Mas o cara da net, lá tem net ? O encanador... vender de livros. Quituteiro da tarde... Já contou para ela da casa que vai alugar ? Não fale nada. Surpresa em tudo. Só diga que o sonho dela irá acontecer naquele dia',' O ladrão comedor ! Boa, Jair !'
Duas semanas depois, numa segunda-feira, encontro o Paulo apressado, no centro da cidade. 'E aí, e o plano ? Tomara a taradice do casal tenha arrefecido',' Nada. Será no final de semana ! aliás...',' e começou a mexer na mala 007 - sim, ainda usa - procurando algo pegando uma carta...'... leia, depois me liga. Tô atrasado para uma reunião. Liga mais tarde. tchau, chapa '!

Anônimo disse...

Fui para o meu escritório e abri a carta, na realidade, um envelope branco maior que uma carta. ' Jair, você foi 'convocado'. Amigo de anos, é o cara certo para a DP na Raquel. Pinto grande, 24 centímetros, não?, funcionando, 'leiteiro', cara experiente. Raquel não tê vê faz uns bons anos e você está bem mais magro e forte. São as corridas que faz na lagoa, certo ? Se separar te fez bem. Você será o nosso ladrão. Leve uma arma de brinquedo, roupa de malandro, pobre. Calça jeans rasgada, camiseta branca sem manga, puída. Dá para deixar a barba crescer um pouco ? Barba por fazer.Sandálias havaianas, tipo paraíba. Preta e branca. Bota uma meia de mulher na cabeça, daquelas, antigas, que desfiguram o rosto. Ou touca ninja. Você é motociclista. Muda a voz mas fale pouco. Deixarei uma cachaça. Das boas. Bafo de cachaça. Toma a chave de lá. E, olha só ! Não bata punheta, porra só dentro desse rabo... o endereço está aí. Chegue por volta das 22 horas. Ligue só para confirmar, que recebeu, leu e se topas ou não. Abraço !'.
E vi uma foto.

http://viciadosemputaria.com/wp-content/uploads/2015/11/esposa-rabuda-exibindo-sua-bela-bunda-9.jpg

Fiquei sem ar. Não adianta. Principalmente na minha idade. Mais tarado estou e com fome danada. Um lobo. Um belo rabo, numa aventura diferente. À noite, telefonei para o Paulo. Disse que topava. Meu personagem seria maravilhoso...

Anônimo disse...

Peguei minha moto e fui para a longínqua Guaratiba, numa sexta à noite. Uma estrada pouco movimentada quase me fez desistir. 'Um belo rabo não vale a vida', pensei, mas prossegui. Raquel precisa de mim. Subindo a estrada, uma névoa surgiu. Bastante 'misteriosa' a viagem. Quando cheguei, deliguei a moto e coloquei-a no mato. Uma Vulcan S, naquela estrada. Por bem, só um carro passou por mim. troquei de roupa no mato. Fazia frio. Entrei pelo muro ao lado e lá estava o carro do Paulo. Mais perto, já ouvia os gemidos de Raquel. trepavam. Na sala. Tinha entrado pela porta da cozinha, destrancada. Por pouco, Raquel não esbarrou comigo. Passou pelo corredor, rindo, com o Paulo atrás. De saltos altos, calcinha listrada e ainda de 'top' preto escondendo os seios. Paulo olhou para cozinha, na escuridão mas viu o meu vulto. Apontou para cima. Foram para o quarto. Eu procurei o vidro de azeite galo deixado de propósito pelo amigo corno na bancada da cozinha. Segui-os logo depois. O quarto, com espelhos na frente e dos lados do colchão que estava no chão. Ela já mamava o pau do marido, rabão empinado. Uma luz fraca iluminava o ambiente na medida certa. Na porta, tirei meu caralhão grosso e comprido para fora da calça, abrindo o zíper do jeans puído. 24 centímetros com bela grossura e cabeçudo. E veiúdo. Passei azeite nele todo, deixando-o, mesmo com pouca luz, brilhando. Ela subiu no marido e começou a galopar. Ficaram assim por 5 minutos.
http://cdn.x2n.com.br/~fadadosexo/wp-content/uploads/2015/02/loira-madura-pagou-boquete-de-calcinha-fio-dental-e-fodeu-gostoso-thumbnail.jpg
Me apresentei, com um gesto, ao Paulo e ele, sem ela saber, mandou eu me aproximar. Ela sentiu o peso do meu corpo no colchão, apoiando-me nos meus próprios joelhos. Ela fez que iria virar para me ver ! 'Não olhe, piranha !', disse, mascando dois chicletes, e ela voltou-se para os espelhos. Chegara a hora. Encostei a glande no cuzinho que pacientemente foi engolida por um cú bem apertado e adornado, embelezado, pelo imenso e apetitoso bundão queimado devidamente pelo sol da praia da Barra da Tijuca. Aos poucos fui enfiando até todo o caralho estar dentro do rabo de raquel com ela gemendo e dando gritos de tesão. 'Fode o meu cuzinho, safado, fode ! Aaaaaiiiii.... aaaiiiiii... Fooooodiiiiiiiiii...', e mais palavras e palavrões e soquei forte com Paulo segurando como pôde a esposa. Raquel, com tinha dito ao Paulo, virou uma fêmea safada, puta descarada. Mais uma vitória da dupla penetração. Pouco falei, fodi muito, forte. Tapas no rabo e muito pau no cú enquanto a boceta era ocupada pelo maridão. Ela quase desmaiou e gozou múltiplas vezes.

Anônimo disse...

Uns 15 minutos depois, rabo bem arrombado, esporrei muito porque comia uma verdadeira potranca que gritava de tesão. Tirei o pau e fui embora do quarto vendo o Paulo acariciando os cabelos da loira dele agora deitada de bruços e tateando o cuzinho cheio de leite quente. Lavei-me na cozinha e, lembrando da cachaça, a garrafa estava lá, tomei uns bons goles antes de sair da casa e pegar a minha moto e partir no meio da noite. No dia após a trepada, Paulo me telefonou. ' Oba, Jair ? Valeu, meu irmão. A Raquel está feliz pacas ! Doída mas feliz',' E ela está, digamos, aliviada ou querendo mais ?',' Rapaz, adorou ! Quer repeteco. Nunca gozou tanto na vida dela ! Quer repetir a dose',' Bom, daqui a um mês a gente faz de novo...',' Não ! Ela quer na outra semana !',' Xi, rapaz, não te disse ? Agora você terá de dividi-la para todo o sempre....', ',Fazer o quê, né ?',' Eu vou ver se dá. Tenho outros compromissos, tenho as minhas gatas, você compreende ? Até amanhã eu te digo se vou. caso contrário, vejo se chamo um primo meu. O cara é pé de mesa e tem a vantagem de vocês poderem ficar com ele a noite toda. Ou você terá de se virar com o comedor...',' Pô, tenta ir, cara. Ela gamou no teu pinto...',' Falou, amanhã te telefono. Que rabo tem a Raquel, meu chapa... De deusa '.


Jair