sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Sua esposa colocando camisinha nele...



Enquanto você só fotografa e curte ver ela com o pau de outro na mão... impossível não gozar só de olhar, não é verdade?

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Aí você pega essa foto no whatsapp da sua esposa...


... bem no meio de uma conversa dela com aquele colega da faculdade. O que você faria?
Finge que não viu nada
Briga, diz que descobriu tudo e termina com ela
Pergunta se ela tá dando pra ele
Pergunta o que ela está esperando pra dar pra ele, que o seu sonho é vê-la rebolando num pau enorme desses



segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Vídeo: Tortura gostosa nas bolas...



A minha quando resolve me maltratar me deixa até uns dias com as bolas inchadas... e enquanto ela bate lá vai me contando coisas que fazia com o ex... e me proíbe de reclamar ou pedir pra parar. Ela só para quando meu gozo escorre.

Esposas adoram homens do saco grande


Mais que um pau grande, um saco grande, das bolas enormes é garantia de gozada farta! A minha sempre comenta isso comigo: Quando maior o saco, maior o jato. E eu adoro saber que ela é experiente no assunto...

domingo, 23 de fevereiro de 2014

Toma leite, toma!


Vem cá... mama minha bucetinha toda e deixa tudo bem limpinho! Aproveita e faz o serviço completo, limpa o pau dele também. E anda logo que eu tô mandando! Hoje a sua putinha tá bem mandona e quer ver você bebendo leitinho!

Exibindo a esposa na praia


Passeando com a gata pra lá e pra cá... ela obviamente com aquele fiozinho dental todo enfiadinho! Vai dizer que você nunca fez isso de propósito só pra provocar os olhares?

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Minha mulher fez outro gozar



E ela manipulou o pênis dele até escorrer. Não foi uma punheta, não era uma punheta. Havia diferença. Não tinha o movimento frenético e explícito da masturbação. Não simulava uma penetração com a mão. Ela brincou, manuseou, tocou, acariciou. Explorava e descobria o pau dele. Expunha a glande, alisava delicadamente com o polegar, depois cobria novamente aquela cabeça que saltava pra fora ao seu estímulo. E tornava a puxar a pele novamente, colocando pra fora. Massageava o membro inteiro, os testículos, manuseava todo ele. Com calma, com delicadeza. E não tirava os olhos do que fazia um só instante, se deliciando com cada detalhe do que via. Apenas manipulava o membro ereto, rijo. E o devorava com os olhos, sem pressa alguma, como se estivesse hipnotizada por aquela ereção tão dura, ali, na sua mão. Não quis tê-lo na boca, nem qualquer contato físico maior. Era o combinado, ela quis assim e ele concordou com os nossos termos. Apenas ofereceu um seio nú, com a alça da blusa abaixada, o qual ele acariciava com vontade enquanto saboreava a mão dela em seu pênis. Apertava, apalpava, massageava com força aquele seio arrepiado. Ora fitava hipnotizado o peito bonito dela, de fora, sendo massageado pela sua mão, ora olhava pro próprio pau na mão dela, incrédulo. Segurava o seio pelo mamilo e apalpava com vigor, enquanto arfava em transe, deitado, de barriga pra cima com o zíper aberto e bermuda abaixada. Ele ali era brinquedo dela, e o termo era esse: Ela manipulava, explorava, massageava cada detalhe do sexo dele enquanto observava atentemente e sem dizer uma só palavra cada reação física e o membro latejando a cada toque seu. Não fazia movimentos de vai e vém, apenas mexia nele. Manuseando e saboreando com a mão e com os olhos. Foram dois jatos fortes que pegaram ela de surpresa, e um gemido gutural, rouco, enquanto ele se contorcia e abaixava mais ainda a blusa dela, expondo totalmente e deixando os dois seios à mostra. Ela o segurou pela base e apertou com força, como se não quisesse largar mais, e ficou observando aquilo escorrer, apertando como se ordenhasse, como se quisesse tirar lá de dentro a última gota, com os olhos vidrados na glande que latejava enquanto ele arfava feito um bicho ofegante. Só aí desviou o olhar do pênis dele e me olhou nos olhos, como se não acreditasse no que havia acabado de fazer, como se quisesse me agradecer ou pedir desculpas, como se procurasse um olhar de aprovação ou reprovação. Constatou que eu também havia gozado, só de assistir. Cobriu os seios e não disse uma só palavra. E ele em transe, deitado, ainda semi-ereto sussurrou um elogio pros seios dela, dizendo pra mim, me olhando. Eu falei, deixa ele mamar um pouco. A única palavra que ouvi dela durante todo aquele momento de catarse foi: Posso? Eu acenei positivamente com a cabeça, como que consentindo e disse: Você quer? Se você quer, pode. Ela abaixou novamente a alça da blusa e sem falar nada se curvou sobre ele, oferecendo o seio, chegando nos lábios dele, que sugou feito um bebê aqueles bicões que até então eram só meus. A minha ereção voltou de imediato, a dele não. Eu gozei novamente, ele continuou mole enquanto mamava forte no peito dela. Foi a primeira e única vez que ela consentiu uma experiência real envolvendo terceiros, e até hoje gozamos demais relembrando cada detalhe do acontecido. Como combinado, nunca mais o vimos novamente e ela diz que às vezes sente vontade de repetir, mas falta coragem. Enquanto isso ficamos só nas lembranças e na imaginação.

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Esposa sem calcinha é a alegria do marido!




É uma delícia sair com a esposa de vestidinho e sem calcinha... e mesmo que ninguém perceba, que ninguém possa ver, a sensação que a gente tem é que tá todo mundo percebendo, todo mundo notando que ela não tem nada por baixo... não é verdade? E a excitação é tanta que as vezes até a gente dá uma mãozinha, e levanta de propósito, ensaia uma foto... provoca a vontade! Pede pra ela sentar de perninha aberta, distraída... puxa um pouquinho o vestido, procura uma escada rolante pra subir... Tesão maior? Eu não conheço!

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Banho de leite na esposinha



E o maridão não sabe se assiste, filma, fotografa, se bota o pau pra fora e goza também ou beija a gata na boquinha e ajuda a limpar tudo...

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Querida, você fica tão linda mamando... você chupa tão bonito...


Fica tão linda que às vezes nem me dá vontade de participar. Gosto de ficar só observando, vendo como você faz isso tão bem...

Vai... mama com força...esvazia esse sacão dele na sua boquinha! Você fica linda assim, pagando boquete... e eu adoro assistir!

domingo, 9 de fevereiro de 2014

sábado, 8 de fevereiro de 2014

Querido, posso tirar a parte de baixo do biquíni? Tá me incomodando...



- Claro que pode, meu amor! Solta o lacinho do lado, tira e vai sem.
- E você não acha que vai ficar marcando muito? Será que não vão perceber? A gente ainda vai passar no supermercado antes de ir pra casa...
- Vão nada... o máximo que pode acontecer é alguém ficar tarado babando nessa sua bundinha, nesse pacotinho gostoso aí na frente. Mas é só a gente fingir que não tá percebendo nada. Tira, pode tirar...

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Meu marido é corno!!


Ele gosta de me exibir, tá vendo? Gosta que me vejam peladinha... quer subir aqui em cima e me comer pra ele assistir e filmar??