quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Sem calcinha, meu bem? Eu só acredito vendo! Mostra...



Putinha demais você, hein?

4 comentários:

Anônimo disse...

A minha esposa faz isso desde que a conheci com treze anos de idade, sempre foi exibida e gostosa e ela sabe disso.Mas nunca ficou com outros homens, mas a danada adora andar sem calcinha em qualquer lugar. quando vai à praia adora ficar pelada na água, mesmo sendo um lugar onde é proibido, acho que é mais gostoso e ela também sente isso. Adora andar de carro toda peladinha e os carreteiros vendo e buzinando; nos shows de rodeio e cavalgada, ela adora ir de sainha bem safada, sem nada por baixo e eu fico bolinando ela no meio do povo com a sainha bem alta, mostrando sua bundinha, é uma sensação indescritível, ela fica toda babadinha.

O Erotico e Profano disse...

a minha ja fez isso em uma praça!

Anonimo disse...

Lindo momento, e assim que devemos insentivar as nossas esposas a andarem


Aproveito para divulgar o nosso blog

oqueachamdela.blogspot.pt

Visitem, votem, comentem e escrevam

Obrigado

Ricardo-DF quero casais disse...

Se a sua mulher me mostrar que está sem calçinha eu não perdoo eu meto a pica mesmo sem dó.

>> A melhor posição que curto comer mulher de CORNO é a seguinte:

O corno por baixo de sua mulher num 69, o CORNO chupando a bucetinha dela e eu metendo a pica pra dentro da bucetinha dela.

>>> Eu sou de Ceilândia, Brasília-DF sou comedor de esposinhas, procuro casais liberais, casadas, noivas,namoradas e solteiras. Adoro comer as esposinhas dos meus amigos na frente deles. Adoro gozar dentro da boca das casadas e mandar o CORNO limpar tudinho. Tenho 35 anos, qualquer casal que curta entre em contato comigo.

>>>ricardaodf@hotmail.com ou (61) 9100-8848 Operadora claro.


>> OBS.: Favor não fiquem mandando mensagens para o meu celular, se quiserem me liguem pois sou comedor de esposinhas e não mensageiro. Curto real sou comedor nato.

>>> FAVOR ME LIGUEM EM DIAS ÚTEIS POIS NÃO LEVO ESSE CELULAR PARA CASA.

>>> Casais que procuram homem (macho) para sua mulher (esposinha) que sejam daqui do Distrito Federal ou que possam vir prá cá.